Skip to content

>Dancing With The Stars 12 – Parte I – Season Finale

May 24, 2011

>Escutem em ritmo de marcha fúnebre: parapapapapá parapapapapáaaaa…


É, compañeros, tudo que é bom chega ao fim. Agora só nos resta ficar com a cópia mal feita que o Faustão inventou para um dos melhores programas EVAH.


DEPRESSAAAAAAAAAUM






Mark e Chelsea – Samba do Crioulo Doido


A primeira dança foi escolha dos jurados, o que é sempre uma coisa legal, porque aí você lembra que eles não são chatos que nasceram para criticar, mas seres humanos (estou muito emotiva hoje) que sabem dançar.



Carrie Ann achou que Chelsea se daria melhor no samba e deu umas dicas.



Chelsea, você me irrita. Mark, você é um fofo.



Len fez graça recitando Every Breath You Take, e completou dizendo que tinha gostado do que havia visto. Bruno disse que nunca viu o ritmo fluir tão bem pelo corpo de Chelsea, e que ela estava uma bomba ultra-sexy. Carrie Ann falou que estava hot, hot, hot, e que aquilo era exatamente o que ela esperava. Eu, sinceramente, acho impossível julgar isso que eles chamam de samba (Tá que não sou exatamente uma especialista, mas pelo menos de samba eu entendo).



DEEVOS – Samba do Crioulo Doido


Deevos + Bruno é baphooooo! Eles deviam ter seu próprio reality show.



Depois da aulinha, DEEVA estava cheia de sangue nozóio e atrás de três notas 10.



Bruno disse que estava suave e muito feminino, que os passos estavam perfeitos, mas DEEVA ainda olhava para o chão de vez em quando. Carrie Ann contrastou a apresentação com a da chata da Chelsea, dizendo que era um tipo bem diferente de samba (aqui entre nós, às vezes parecia mais lambada, mas ao menos se assemelhava um pouco com algo que os brasileiros talvez dançassem), mas que tinha gostado muito. Len disse que foi um ótimo trabalho, elogiou a coreografia, falou que precisava de uns refinamentos, mas que era digno da final.


É, DEEVA, acho que os três 10 não rolam dessa vez.



Não rolaram.


Hines e Kym – Quickstep



Len chique em carro chique e smartphone chique foi quem escolheu a dança do meu lindinho Hines, que até seria meu favorito se Kirstie e Maks não fossem pura DEEVEENDADE. O desafio era aprimorar os passos de Hines, que no primeiro quickstep ganhou um 7.



Carrie Ann falou que, quando Hines está dançando, ele parece estar correndo para um touchdown (isso é uma coisa boa), e o público todo o segue. Len disse que houve uma melhora do último quickstep, mas que ainda não estava 100%. Já Bruno concordou com Carrie Ann que Hines os fazia esquecer que estavam julgando e querer apenas se divertir. Para ele, foi como assistir a uma mega produção da Broadway.



Que feio, Len.


Free Style


Nessa parte, os casais têm total liberdade criativa: estilo de dança, música, passos, tudo. A idéia é mostrar o quanto a “estrela” cresceu como dançarina durante a competição.


Chelsea e Mark


Mark queria uma coreografia que mostrasse que eles eram jovens e destemidos, mas Chelsea ficou morrendo de medo. Hummm. Achei a bicicleta desnecessária.



Len achou fantástico. Bruno adorou a interpretação dos ritmos latinos com um twist contemporâneo. Para Carrie Ann foi “Ôoo, Yay Yay Yay, ÔOOO” (sic). 



Tinha Jonas na platéia. E tinha Brooke dizendo que as luzes acabaram durante a apresentação… Tipo, não era PARTE do show? Ou Brooke é tão lesada que decora uma ironia mas não sabe dizê-la com ar IRÔNICO? Bom, vamos às notas:



DEEVOS


“Nós temos uma Chelsea muito jovem, um Hines muito atlético, e o completo oposto em Kirstie Alley”. Resumindo: DEEVO chamou DEEVA de velha, sedentária e gorda.


Tá, DEEVA, você é, mas continuamos te amando.





Bruno disse que, há algumas semanas, nunca teria imaginado Kirstie fazendo o que fez (os saltos e acrobacias e tals). Carrie Ann falou que a dança incorporou como a vida deveria ser vivida aos 60 anos. Len disse que foi inesperado e muito bom.



Eita dezinho encroado.


Hines e Kym


Eles prometeram algo que nunca havia sido feito antes. Verdade que, da última vez que Kym inventou moda, ela quase partiu o pescoço. Mas bora ver:


Momento claramente inspirado no filme Flashdance



Carrie Ann amou os riscos e disse que foi fantástico. Len falou que quanto mais se dá se recebe, e Hines deu tudo o que tinha. Bruno disse que tinha sido um evento que agradava as massas (de uma forma Bruno de dizer as coisas, que sempre faz parecer tosco quando eu escrevo).


A final é hoje, galeraaaaaa! Post com os baphos amanhã.

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: