Skip to content

>Survivor Redemption Island – Finale Parte II

May 17, 2011

>Eu disse que tinha mais! Ou talvez eu esteja em estado de negação com o final de temporada de um dos melhores realities do mundo…

O Júri






Durante a final, ouvi comentários que não era justa a entrada de Rob, por ser re-bb…ops… re-survivor. Na verdade, Rob era re-re-re-re-survivor, e nunca ganhou por repetir sempre o mesmo jogo… Coisa que Russell fez, e lhe custou a eliminação.


Também ouvi que a temporada foi feita para Rob vencer, pois estava cheia de quebra-cabeças, que é o ponto forte dele. Eu digo que a temporada foi feita para o Rob, porque nunca vi um cast tão burro assim na vida.


Mas vamos ao Conselho Final, com uma pequena pausa para a Cerimônia de Cremação da Cueca Rosa:



Ok, agora vamos ao Conselho Final.



Natalie, feliz e achando que realmente tinha alguma chance, disse que jogou bem, que seu forte era sua habilidade de socialização, e que ela começou procurando a melhor aliança. Encontrou essa aliança em Rob e foi sempre leal (oi?). Além disso, seria a mulher mais jovem a ganhar o Survivor.



Phil, todo trabalhado no chefe Apache, disse que teve de reinventar sua estratégia quando viu que Rob estava no jogo, pediu desculpas a ele porque queria votar nele no primeiro Conselho Tribal, e suas desculpas foram aceitas. Rob havia sido a mente, e ele tinha implementado o plano, sendo (também) fiel o tempo todo.


Pausa: Embora eu deva reconhecer que a estratégia de sobrevivência do Phil foi boa, já que ele estava com a cabeça a prêmio desde a primeira semana, vamos combinar que as defesas tanto dele quanto de Natalie foram, na verdade, motivos para que Rob, como Único Ser Pensante, ganhasse.



E foi o que Rob fez: mostrar que ele foi um bom estrategista e que esperava que o júri levasse isso em consideração ao decidir o que fazia um bom jogador. Agradeceu os amarelinhos por terem-no deixado jogar, disse que, se tivesse ficado na Seita, provavelmente a história teria sido diferente, e fez uma chantagenzinha emocional lembrando-os que Survivor representava um terço da sua vida e que queria levar alguma coisa para a família.



Andrea quis saber quem era o Phil de verdade, e ele meio que latiu que se ela não havia conseguido entendê-lo em 39 dias, então que não votasse nele. Boa maneira de ganhar um milhão de dólares, Phil! Para Natalie, ela questionou sua aliança com Rob e o fato de ter traído Ashley. Natalie respondeu que nunca havia acampado na vida, que Rob era mais experiente, que havia, sim, feito uma grande amizade com Ashley, mas aquilo era um jogo.



Ashley bateu boca com Phil e o agradeceu porque antes era uma pessoa muito impaciente, mas depois de sobreviver todo aquele tempo com ele, ela aguentaria tudo. Passou um sabão em Natalie por tê-la traído e disse que havia colocado Rob em um pedestal, que agora não sabia quem ele era, e que tinha até medo de descobrir. Alguém amargo? Magina!


Falando em amargura…



Grant questionou a aliança de Natalie e Rob TAMBÉM. Tá, aí a gente entende, tipo “pensei que você era meu amigo e você era mais amigo dela”. Rob disse que havia prometido a Natalie levá-la até a final se ela fizesse o que ele pedisse, e que levou Grant também até sentir que ele o ameaçava.



Ralph e Phil tiveram um momento muitooooo terno. Tá, primeiro Ralph disse que a relação de Natalie com Rob dava medo, e depois perguntou para Phil se ele tinha realmente gostado dele. Phil disse, resumidamente, que Ralph era um cara ponta firme, e que se os dois tivessem caído na mesma tribo teriam sido grandes amigos.



Matt, claaaaaaaaro, teve de fazer sua pregação para cima de Rob, dizendo que ele era mentiroso e manipulador. Rob respondeu que fez alianças com todos no Amarelinho, que todos pensavam que iam até a Final com ele antes de serem eliminados, o que era duro, mas era o jogo (infelizmente não consegui fazer print do tropeção que Matt levou ao levantar. Foi um dos pontos altos do episódio).


Nota: O problema desse povo de Survivor é que eles são como a galera que vota no BBB: Viva a melhor pessoa, e não o melhor jogador.



Tia Do Olho Junto também saiu passando lição de moral, dizendo que os pais de Natalie não se orgulhariam dela, que Rob só havia levado Phil para a final porque sabia que ninguém no júri gostava ou respeitava Phil, e que Rob devia ensinar a sua filha a ser forte e não deixar que a tratassem da forma que ele havia tratado Natalie.



Mike disse que em sua experiência em Survivor ele pode se aproximar de Deus, aumentar a fé e fazer amigos, coisa que 1 milhão de dólares não pode comprar. Queria saber o que os finalistas tinham aprendido. Natalie MAIS UMA VEZ falou que nunca havia acampado na vida e que tinha percebido que era uma pessoa muito mais forte do que havia imaginado. Rob falou que tinha aprendido a parar de jogar, que agora passaria tempo com a família e não voltaria a Survivor (aham, mas a gente sabe que ele já tem outro reality em andamento). Phil disse que realizou muito mesmo estando à margem, assim como havia feito na sua vida pessoal.


Nota: Como assim você vai para um reality para conseguir coisas que o dinheiro não pode comprar? Na boa? Mike poderia frequentar mais a igreja e teria tido o mesmo resultado, sem a metade do sofrimento.



Steve deu parabéns a Natalie e Rob pela forma como eles jogaram pois, de qualquer jeito, ambos estavam na final e ele estava no júri. Para Phil, disse que tinha pena e vergonha da pessoa que ele era.


Então vejam bem, companheiros. Rob chegou à final traindo todo mundo da sua tribo e sendo um sacana com a tribo adversária. Só que os seus aliados se sujaram tanto para ficar ao lado dele que acabou forçando o júri a votar naquele que tinha jogado melhor.



Quem reconheceu isso foi Dave, que falou com o júri e não com os finalistas. Disse que um não merecia estar ali, logo ele tinha de ser eliminado. A outra reconhecia que só estava na final por causa de Rob, que este havia feito um blindside em Matt logo no início, passando a mensagem que o jogo se desenvolveria da forma que ele quisesse. Ele controlou a mente de todos, e jogou do jeito mais brilhante que o Survivor já viu. Cara, amoooooo o David.



Vitória Justíssima


E sim, estou em negação com o final da temporada. Post com continuação, agora com os baphos da Reunion.

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: