Skip to content

>Dancing With The Stars – Semana 8

May 11, 2011

>Chegamos aos últimos cinco! Parapapapapáaaaaa!




O desafio dessa semana foi o Instant Dance. Traduzindo: Cada dupla tinha uma dança individual e uma dança “instantânea”, ou seja, elas não descobririam a música da segunda apresentação até terminar a primeira, e aí teriam vinte minutos para coordenar a coreografia com a música.


Improvisação e sofrimento: TODOS AMA \o/ Hum… mais ou menos. Não curti muito um dos imprevistos, mas a gente chega lá. Vem comigo, Jent!


Mark estava p*tinho por causa das críticas da semana passada, e Chelsea resolveu promover uma DR, explicando que a atitude dele refletia nela e que parecia que ela achava que tinha de ser perfeita, ao invés de fazer por merecer a perfeição.



Depois do Momento Amigos Para Sempre, Mark decidiu colocar Chelsea sob os holofotes na coreografia… Algo que, aqui entre nós, ele deveria ter feito desde o início. O resultado foi a valsa a seguir, com um monte de beijos para deixar o público feliz.


Alguém mais levou muito tempo para perceber que as ondas eram jogo de luz, e que eles não haviam colocado um mar no palco? Vergonha alheia de mim mesma.


Segundo Len, Mark às vezes botava ênfase demais na história e não na dança. Mas a apresentação foi muito musical, a postura da Chelsea estava ótima e, de uma forma geral, ele gostou. Bruno disse que a valsa, mesmo antiga, teve lindos toques contemporâneos, e estava fabulosa. Carrie Ann falou que Chelsea fez por merecer a perfeição.


Hines e Kym resolveram usar um approach futebolístico no Foxtrot, e analisaram um vídeo do Ralph dançando para tentar usar seus pontos fortes. 


Conclusão: Hines tinha de ser mais feliz e brega.


Cara, é impossível não amar o Hines. No início do programa eu era Hines-Who, e agora só Hines-Yay. Para Bruno, a apresentação estava brilhando de felicidade (WTF). Carrie Ann disse que foi um trabalho excelente. Len ressaltou que é uma delícia assisti-los, antes de dizer que os pés estavam um pouco… (as reticências foram dele)


Chelsie estava estressadíssima com o resultado pífio da semana passada. Essa semana eles ficaram com o tango, e normalmente Romeo se dá melhor em danças mais “sérias”


Len disse que Romeo melhorou, exatamente como ele o havia mandado fazer semana passada. Bruno falou que ele dançou como um homem de verdade. Carrie Ann achou que foi uma das suas melhores apresentações. Eu fiquei beeeeem pouco impressionada e, na boa, acho que eles continuam aquém das outras duplas, ao menos das que se apresentaram até o momento.


Ralph e Karina resolveram dançar uma valsa escura e violenta. O problema é que Ralph estava com um cisto atrás do joelho que estava doendo muito.


Cadê Sr. Miyagi?

Eles perderam um tempo danado de ensaio, e ainda assim ficou beeeem legal.


Len disse que faltou polimento, o que só se consegue com o tempo. Como eles não tiveram muito, fizeram um excelente trabalho. Bruno falou que os dois eram uma fascinante e perigosa dupla de criaturas da noite (oi?), e que era impressionante o que eles tinham feito apesar do machucado. Carrie Ann sentiu a inspiração de Daniel San de Karate Kid vindo à tona.


Kirstie passou os ensaios caindo mais que jaca madura, até DEEVO descobrir que ela estava comendo 400 calorias por dia. Como assim, DEEVA? Você é linda de qualquer jeito! Final das contas: um tango argentino, sem querer ser repetitiva, dee-vee-no.


Len falou que no tango argentino deve-se criar um clima, o que os dois fizeram perfeitamente. Bruno disse que foi sensual, com um toque de agressão e a quantidade certa de paixão, e que a execução dos passos estava brilhante. Carrie Ann disse que o melhor momento de Kirstie havia sido o Cha Cha Cha, e que ela tinha acabado de superá-lo.


Instant Dance

Chelsea e Mark: Salsa – “Get Busy”



Dança instantânea? REALLY? Concordo inteiramente com Bruno: foi impressionante a quantidade de passos difíceis que eles conseguiram coreografar em vinte minutos. Len falou que a valsa foi cool, a salsa foi hot (só eu lembrei de Salsa – O Filme Quente?). Quem discordou foi Carrie Ann, que gostou muito da apresentação mas falou que ela não estava muito bem conectada à música.



Hines e Kym: Jive – Chantilly Lace



Hines nunca tinha dançado o jive, e fez um trabalho fantástico, mesmo que Bruno tenha reclamado que seus pés estavam chapados. Len achou que Hines trabalhou duro e maravilhosamente essa semana, e Carrie Ann concordou com ele. Ela falou que ele não perdeu nenhuma batida da música e que estava totalmente relaxado e no espírito do momento.



Nota: Odeio muito a Brooke. Continuando…

Romeo e Chelsie: Salsa – “Tequila”


Um estranho espírito baixou no Len essa semana e ele decidiu ser bonzinho, o que é quase tão assustador quanto o Serra sorrindo.


Len disse que eles fizeram direitinho. Salsa é uma dança de clube e eles foram lá e dançaram. Só houve um “pequeno incidente” que ninguém notou. Bom, Bruno e Carrie Ann notaram. Ele falou que na salsa tem de haver fluidez do movimento, que eles perderam e disfarçaram bem porque são bons dançarinos. Carrie Ann gostou da atmosfera casual, mas reclamou da falta de sincronia no fim.

Ralph e Karina: Cha Cha Cha – “Stuck in the Middle”
O que acontece é o seguinte: as músicas são uma surpresa, mas as duplas sabem que ritmo irão dançar no Instant Dance. Só que, com o problema do Ralph, eles não conseguiram ensaiar passo algum e tiveram de adaptar a apresentação da dança de grupo da semana passada em 20 minutos.


Len disse que admirava a perseverança e dedicação de Ralph, mas, quando se tinha de dançar duas vezes na mesma noite e não se estava em condições perfeitas, alguma coisa dava errado. No caso, foi o Cha Cha Cha. Bruno disse que não teve movimentação do quadril e Ralph se perdeu no fim. Carrie Ann levantou as mesmas falhas de Bruno, mas ressaltou que era incrível o resultado que eles haviam conseguido. Quando Ralph e Karina saíram, os jurados aplaudiram de pé:


Mas tiveram de ser racionais na hora de dar as notas:



DEEVOS: Salsa – “Cobrastyle”




Para Len, foi uma salsa mais devagar e rítmica. Faltou impacto porque era mais devagar e básica, mas foi fabulosa. Bruno adorou eles terem dançado uma salsa mais clássica, mas reclamou que perderam a sincronia três vezes. Carrie Ann disse que eles estavam em sincronia perfeita, e que adorava a química dos dois (Não é só você, Carrie Ann)



RESULTADO:

ME POUPEM DE MICHAEL BOLTON. Vamos ao que interessa.


Com as semi-finais semana que vem, achei tudo bem previsível e feliiiiz. O público salvou o fofo do Ralph… Bom, porque ele é fofo, e também porque é BOM, e se deu uma caída essa semana foi porque se machucou. Ainda assim, fez um trabalho excelente. O eliminado foi Romeo.



Deu dozinha porque gostava dele, mas gosto de todos, e qualquer eliminação daqui para a frente será dolorosa. Os jurados parecem ter ficado bem menos satisfeitos que eu.

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: