Skip to content

>The Phone – Ari e Ivy

April 29, 2011

>Minha Nossa Senhora das Pessoas Burras, proteja essas pobres almas.




Queria muuuito saber se a Band está enlouquecendo a minha pessoa premeditadamente. No episódio passado, comeram a parte da terceira chave. No dessa semana, o primeiro video já mostrou Ari e Ivy no meio de uma feira, sem que eu tenha entendido de onde saiu esse homem. Porque, serião, desse planeta não foi.

Como eu estava dizendo, o video do programa disponibilizado na Band começava com os dois na feira…


Foi exatamente esse o ponto, onde eles tinham de encontrar um argentino. Nem foi difícil…



Pois ele usava uma camiseta da Argentina e segurava uma câmera enooorme.



“Onde você estava?” “Na Argentina”. Depois de muito tempo dessa duh-zice, o cara entregou para eles uma foto do Pacaembú e um filme. No estádio, eles foram saudados pelo milionário misterioso no telão.



Como vocês podem notar, o milionário é misterioso, mas não é nada tímido. Ele explicou as regras do jogo, as quatro chaves e blablabla, e disse que a primeira estava embaixo da cadeira onde ele estava sentado no momento. Cadeira 18. Havia um bando delas. Ah, e também é bom frisar que a chave estava EMBAIXO da cadeira.



Mas por algum motivo Ari resolveu cavalgar por cima delas.


Com trinta segundos para o tempo acabar, o milionário ligou para perguntar se eles queriam comprar uma pista por 1.000 reais. Os dois toparam, e descobriram que a chave estava na fila T. Ainda assim, foi um tempinho antes que eles a localizassem, com Ari socando cadeiras, e milionário avisando que qualquer dano ao estádio seria descontado do prêmio.

Axô!



Pista seguinte:



Mas, como tudo na vida é difícil…



tinha uma escadinha no meio do caminho. Ari deixou Ivy para trás, chegou ao laboratório, pediu para revelarem o filme, bebeu água, fez uma social, alguns anos se passaram, até que a mulher chegou se arrastando.



Levaram bronca do milionário de novo: Se eles tornassem a se separar, mais um desconto no prêmio.


Juro que, àquela altura, eu estava com pena do milionário. Mas havia mais por vir.


O homem do laboratório foi safadeenho e cortou a foto para formar um quebra-cabeça com peças faltando.



Para completá-lo e descobrir onde estava a próxima chave, os dois teriam de ir ao alto de um prédio (tá, esqueci o nome) e encontrar o que faltava em um painel.


“Procura um painel” “O que é um painel?”


Ai, Senhor.



Um breve olhada do topo do prédio localizou a estátua, o que proporcionou o momento liMdo:



O milionário ligou para dizer que eles estavam demorando muito e que faltava menos de uma hora para eles localizarem a maleta. O Jênio do Ari pergunta… tarãaaa…

“Onde está a maleta?”



Nossa, que vontade de bater nesse homem. Serião.



Estranhamente, Ari conseguiu lembrar o endereço e a senha. Mas quis dirigir. Deu peninha da Ivy.



Também deu peninha do milionário, que ligou mais uma vez para dizer que qualquer infração de trânsito também seria descontada do prêmio. No carro, havia um mapa com três pontos marcados.



O primeiro era uma loja, onde eles deveriam pegar uma caixa cujo conteúdo era frágil, portanto tinham de tomar cuidado ao transportá-la. Obviamente, eles concluíram que era uma bomba.



O segundo era uma academia de tênis, onde eles tinham de sacar para derrubar os cones. Eles tinham quarenta tentativas para derrubar dez cones.



E adivinhem: usaram todas as bolas e não derrubaram nada, por isso precisaram comprar a localização da chave por 7 mil reais.



Finalmente foram para o último ponto…



Alguém explica cena aleatória do milionário no restaurante chique? É para provar que ele é realmente milionário? É para mostrá-lo se divertindo enquanto Ari sofre e a gente sofre com o Ari?



O último ponto era bem trash. Ivy ficou com medinho. Também havia um trem aleatório passando ali por perto, que foi mostrado váaaarias vezes a troco de nada.



Dentro da caixa havia um timer e uma lâmpada. Leiam aí em cima o que eles deveriam fazer com isso, hehe. Havia luvas e escada para que eles não se machucassem, mas Ari Jênio achou que eles poupariam tempo se Ivy subisse nas costas dele, já que eles tinham apenas cinco minutos para completar a tarefa.



Reparem que eles perderam mais de um minuto para COMEÇAR a testar os soquetes.

Yay!




O milionário avisou que a chave estava no fim do fio do soquete que havia ligado a lâmpada. Começaram os dois a sacudir o soquete. Então… o milionário ligou DE NOVO para repetir a informação, e disse que se tivesse que telefonar mais uma vez tiraria mil reais do prêmio. Dez horas depois…



Isso porque os dois repetiram o episódio inteiro que Ivy era inteligência e Ari era força. Aqui entre nós, Ivy só era inteligente comparada ao parceiro, porque Nossa Senhora. Que sacrifício.



Finalmente chegaram à maleta e descobriram sobre o quiz.



A “inteligência” penou.



A “força” só ria.


É claaaaaro que Ivy ganhou, néam? Foi boazinha e optou por dividir os 22 mil reais.

Cena terna



Por enquanto as mulheres estão se mostrando bem mais generosas que os homens. Juro que torci pela Ivy resolvendo ficar com a grana toda só para ver a cara de bunda do Ari.

From → Mari, The Phone

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: