Skip to content

>The Voice – Estreia

April 27, 2011

>Finalmente chegou o grande dia de estréia do The Voice. Eu sei que é mais um reality musical, mas além de ter 3 cantores que são sensação nos Estados Unidos, ainda prometia ser algo completamente diferente do que conhecemos nos outros programas. E posso dizer? Foi diferente mesmo!



Episódio 1 – Roda a roda, roda… Roda a roda, roda… Roda a roda, rodou!



1ª Fase


Primeiro vamos às explicações: Houve uma seleção prévia dos candidatos que iam se apresentar, tirando assim a possibilidade daquelas aberrações que aparecem pelo American Idol ou Ídolos. Os jurados, ou melhor, mentores (eles preferem ser chamados assim) não observam o rosto ou aparência do candidato, eles ficam de costas, e a partir do momento em que eles gostam da voz, eles dão uma rodadinha e aí finalmente conhecem a pessoa.



E agora a parte mais engraçada, depois dessa sessão “encontro às escuras”: caso mais de um jurado queira “conhecer” o candidato que está se apresentando, fica a critério do participante escolher que mentor quer, e aí, começa o momento “persuasão”, onde eles começam a fazer guerrinhas e dizer o quanto querem o cantor e blábláblá.


Essa rodadinha das cadeiras me deixou um pouco confusa no início, mas depois já estava gritando “GIRA GIRA”! Mas temos que concordar que essa frase “I Want You” é tão #Fail que poderia até entrar pros momentos bizarros aqui do cartas.





Voltando…


2ª Fase
Os mentores terão 8 cantores cada um, e quando chegarem a esse número, vamos para a outra fase. Nessa etapa, ocorrerá uma batalha de canto, em um ringue, onde dois candidatos de cada equipe cantarão a mesma música ao mesmo tempo no palco, cada um cantando uma parte e mostrando quem é melhor, e assim os jurados terão que escolher 4 entre os 8.


3ª Fase
E então, finalmente o público vai poder escolher o campeão, onde votarão em seu preferido na fase dos shows ao vivo.


Com essa dinâmica completamente diferente de qualquer reality musical, The Voice veio para enfrentar um pouco da audiência do American Idol, e com jurados bem mais conhecidos. Então, vamos conhecer os candidatos:


#TeamXtina



Christina Aguilera é uma das cantoras mais conhecida do programa, seja pela sua voz ou pelo seu momento Vanusa (ao esquecer o Hino dos Estados Unidos em um jogo de Futebol Americano). Ela começou a carreira ainda criança, junto com Britney Spears e Justin Timberlake, e depois, assim como sua companheira da Disney, começou a mostrar o lado selvagem com clipes picantes e mordaças.
Dona de um vozeirão que Britney morre de inveja, Xtina tem tudo para alavancar a carreira no programa, mas usando calcinha, hein?


Tarralyn Ramsey – Breathe


A versão Pia mais acabadinha!



Tarralyn cantou bem, e já começou com dois jurados disputando-a. Mas sabe aquele momento “Diva” que a Pia teve no American Idol? Bom, se ela não escolhesse a Christina depois de escolher uma ‘baladinha’ pra cantar, todos iriam se assustar. Todos elogiaram muito a performance, mas ainda acho que falta algum “glamour” na voz dela!


Frenchie Davis – I Kissed A Girl


American Idol Reloaded!



Não sei se alguém lembra, mas a Frenchie participou da 2ª temporada do American Idol e foi uma das finalistas, mas acabou sendo desqualificada por ter posado nua quando mais nova.

Tem que ver isso aí!



Mas depois desse momento conturbado, a moça foi convidada a participar do Musical da Broadway RENT. Calando a boca do Simon, que deve estar revoltado, a Dona Jura, ops, Frenchie foi tentar a sorte no The Voice, e sabe aqueles momentos do “GIRA GIRA”, pois esse foi o primeiro! Mas Xtina, que tem bom coração, #NOT, acabou salvando a nossa peladona.


Beverly McClellan – Peace Of My Heart


A noite é das carecas!



A versão careca da Janis Joplin arrasou! A mamãe metaleira, de 56 anos, prometia ser um fiasco, além da sua aparência meio rude. Quando ela soltou a voz cantando Peace of My Heart simplesmente arrasou. Os jurados demoraram um pouco para mostrarem que gostaram da Beverly, mas esse foi outro momento em que todos GRITA: Gira Gira! E em uma disputa entre Adam Levine e Christina Aguilera, ela acabou preferindo Xtina como mentora. Não é por nada não, mas já estou ansiosa pra vê-la cantando “I’m sou beautifulllllllll….” versão rock n’ roll!




#TeamCeeLo



O nosso Randy mais safadinho e descolado. Cee Lo é cantor, rapper, compositor e produtor, quase uma Brastemp do mundo da música. Ele é vocalista da banda Gnarls Barkley e teve esse ano a música “Fu&% You” em primeiro lugar em vários países. Com certeza ele terá um grande destaque no programa e o candidato que o escolher ainda vai ter a sorte de dar boas risadas com ele.


Vicci Martinez – Rolling in the Deep


Coitadinha da Adele!



Alguém botar banca para cantar Adele em um reality musical, é preciso ter bastante confiança. Mas pelo jeito Vicci só tinha isso mesmo, porque a voz ficou em algum lugar por aí. Não que ela seja ruim, mas não chegou nem perto de ser ótima. Cee Lo e Xtina tentaram persuadir a moça de todos os jeitos, até que ela decidiu pelo moço do óculos vermelhos.


Kelsey Rey – American Boy


Versão Pia na beleza!



Bonita? Check. Performance? Check. Voz? NO. Três dos jurados estavam disputando a moça, Adam, Cee Lo e Xtina, e depois de ouvir do próprio Adam que ela era sensacional e que tinha um voz ótima, ela acabou escolhendo o Cee Lo. Sério? Quem em sã consciência iria querer o Cee Lo em vez do ADAM? Bom, suspiros a parte, vamos ver o que ela pode fazer na fase de grupo, não é!


Tje Austin – Just The Way You Are


Stefano em versão Black Power!



Além do Black Power e toda uma vibe Tom Black dos States, o rapaz mandou mais ou menos. Não que Bruno Mars fizesse uma interpretação sensacional, mas Tje Austin até que não fez feio para os ‘mentores’. E mais uma batalha entre Cee Lo e Adam Levine, e depois de falarem e elogiarem o rapaz, quem acabou levando foi o nosso Randy descolado.




#TemCountry



Se você for um cantor de música Country e não escolher o Blake Shelton como seu Mentor no The Voice, você não sabe nada desse estilo. Além de já ter um disco 5 vezes em primeiro lugar na Billboard e estar na lista dos Top 20 cantores Country ele é um dos grandes nomes desse estilo musical por lá.


Patrick Thomas – Live like you were Dying


Versão Scotty 2.0!



Ok, Patrick não tem a voz do Scotty do American Idol, mas é bem mais bonitinho, vocês não acham? Mas vamos falar da voz. Além do estilo Country estar com força total nos Estados Unidos, ele acabou sendo bem disputado pelos jurados. É claro que a Xtina fez um charminho, talvez por não ser um estilo com qual ela tenha muita afinidade, mas depois do comentário “Posso tirar suas calças também?” acho que ela se arrependeu um pouco.

Pura sedução





Elenowen – Falling Slowly


Momento “A Vila”!



Quando Nicole começou a cantar, bom, foi ok, nada demais. Mas então Josh começou a cantar, e como os jurados estão de costas, ficaram se perguntando quem estava cantando, até porque ainda não tinham tido nenhuma dupla no programa. E o primeiro curioso foi o Blake. Não foi um grande AHHHH, mas foi bom. A dupla que veio diretamente de “A Vila” e seu vestuário hipongo agradou os jurados. E entre Cee Lo e Blake, preferiram o mestre da música country.


Xenia – Break Even


A Guerreira Xenia!



Mesmo com esse nome, digamos, estranho, Xenia foi um dos grandes destaques da noite. Além de um timbre completamente diferente, com uma voz meio rouca, meio Norah Jones, ela simplesmente arrasou. Blake está com um ótimo time, um dos melhores até agora.


#TeamAdam

Lindo, tesão, bonito e gostosão!!



Adam Levine é vocalista da banda Maroon 5 e, além de ter uma carreira sólida, já ganhou 5 Grammys e ainda namora uma das modelos mais bonitas do mundo. E ainda por cima é um gato! Durante todo o programa, ele foi meio que deixado de lado, ninguém queria escolhê-lo como mentor, deu até peninha, mas depois ele achou o seu grupo.

Como assim, ninguém o quer ??



Jeff Jenkins – Bless The Broken Road


Bullying Detected!



Depois de assistirmos à história triste do garoto, fomos finalmente ouvir a voz. Bom, ele não é ruim, mas também não é grande coisa. No entanto,  depois dos apelos de Adam, quem iria resistir a não aceitá-lo como mentor?


Rebecca Loebe – Come As You Are


Ah, que saudades do Nirvana!



Tem gente que gosta de gemedeira, eu não! Para alguém vir ao palco e cantar uma música do Nirvana tem que ter peito, e a Rebecca Black, ops, Rebecca Loebe cantou de uma forma bem estranha, mas que de algum jeito encantou os jurados. Uma gemeção só, mas ainda foi disputada por Adam e Xtina. Só por ela ter conseguido um “I Want You” do Adam, já pode ser eliminada na próxima fase. Hunf


Javier Colon – Time After Time


Alexandre Pires gringo!



Esse foi o grande destaque da noite. Primeiro, pela escolha da música. Cantar Time After Time sendo acompanhado apenas pelo violão e piano foi demais. Com uma voz bem suave, delicada. É um daqueles que você compraria o CD e ouviria umas 20 vezes seguidas. Foi disputado por todos os jurados, e pela primeira vez tivemos aplausos de pé. Adam lutou pelo seu candidato, e disse que o queria, que queria trabalhar com ele, e ainda vemos a jogada da Xtina que disse que queria “senti-lo”. Depois desses elogios todos, eu ficaria até com medo de quem escolher, mas ele acabou escolhendo o Adam, que também tem uma pegada bem parecida com a dele.


Para a estréia, The Voice foi muito melhor do que esperávamos! Próxima semana tem mais!

From → Pigmeias, The Voice

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: