Skip to content

>Dancing With The Stars 12 – Episódio II e III

April 1, 2011

>O bom de atrasar é que ninguém fica no suspense \o/ Tá, desculpa tosca. Vou parar com as delongas, e vamos à segunda dança de DWTS e à eliminação.


A primeira dupla precisava meeeesmo da segunda chance. Depois de ser chamado de Tartaruga Ninja, Sugar Ray Leonard e Anna Trebunskaya voltaram dançando jive cheios de sangue nozóio.



Anna tentou incorporar alguns elementos do boxe para facilitar a vida de Ray, como, por exemplo, o knockout:



O resultado foi aquele estilo, velho conhecido nosso, de Tiozão Durinho Fazendo Gracinhas e Sendo Aplaudido Pelo Público, Que Vaiou os Jurados por Falarem a Verdade.





Len disse que eles corriam o sério risco de serem eliminados. Todos falaram dos pés, que estavam soltos demais, e Bruno disse que algumas vezes ele parecia ter pisado em chiclete. No entanto, foi divertido de ver. Por mais medo que eu tenha dos Tiozinhos Alegres que o Público Ama, acho que tem gente pior para sair antes. E as notas dos jurados foram:



Na seqüencia, tivemos Kendra sofrendo com o quickstep, pois ela deveria ser uma dama e… bem…



Pois é.


Como resultado, Kendra ficou totalmente frustrada por se sentir uma menino…



Pois as pessoas pensam que ela é uma mulher confiante por ser ex-coelhinha, mas no fundo é insegura e só quer ser amaaaaaaada (ok, o “amaaaaaada” foi de minha parte).


Na apresentação, ela terminou bem lady, de um jeito torcicolo de ser.





Bruno também a achou presa. Carrie Ann disse que ela estava muito elegante e foi além da coreografia, que Kendra tem facilidade de aprender, e Len também achou que ela progrediu.



Mais um jive, e Mark Ballas também tentou ensinar o passo “knockout” para Chelsea…



Foi bem cheio de gracinhas, mas, dessa vez, bem dançado:





Cara, o que acontece com a Chelsea na hora de ouvir a opinião dos jurados? Alguém pode me responder?



No geral, Mark foi trollado pelos jurados por ter exagerado nas gracinhas e esquecido do jive, pois Chelsea tem muito potencial e o que pecou foi a coreografia. Divertida, sim. Jive, não.



Me chamem de pessimista, mas não consigo ver Chris sendo elegante em um futuro próximo.



Nem Cheryl consegue, daí ter tomado algumas medidas desesperadas.



Segundo ela, ela era a pintura, e ele a moldura. Chris não queria a Monalisa em uma moldura de plástico. Queria uma moldura talhada por vikings e forjada por Gandalf, o Mago. O quickstep deu certo:





Até os jurados aplaudiram. Segundo Bruno, Cheryl transformou a fera em uma gazela.



Quanto maior a altura, maior a queda. E, já que não podia ficar mais baixa, Petra treinou seu medo de dançar o jive com uma cama elástica.



Deu nisso:





Embora a técnica tenha sido falha, Petra dançou lindamente, mesmo com toda a altura, e conseguiu cair e fazer os passos curtinhos. Na verdade, acho que os jurados ficaram mais impressionados com as pernas dela do que com qualquer outra coisa.


Petra saiu beijando todos os jurados e dizendo que esperava ficar para continuar a espalhar alegria para todos (ahn?), mas as notas foram meio duh.



Kirstie e Cris… ooops, Maksim ficaram com o quickstep, e ela se sentiu tentando pegar um trem.



Mas vamos combinar que sua apresentação estava sob forte expectativa, já que eles a-ha-za-ram semana passada. Kirstie liMda perguntou para Maksim liMdo se parceiras magras eram tão difíceis quanto ela. Ele disse que era a mesma coisa. Eu, como não sou parceira dela, só me atenho ao fato de que, gorda ou magra, ele é maravilhosa.





Foi lindinho, apesar de Kirstie ter perdido o gás perto do fim, mesmo que o final da coreografia fosse um beijo entre ela e o Maksim Divo.



Os seguintes foram Mike e Lacey, que estava toda trabalhada na sensualidade.



Semana passada eles ficaram no fundo do poço, abaixo até da Wendy. Mike levou flores para Lacey para se desculpar pela performance.



Ainda assim, Lacey achou que, pelos ensaios, ele tinha chances de se sair melhor no jive.





A boa notícia foi que Mike se saiu melhor que na semana passada. A má é que ele não foi lá uma Brastemp. Bruno disse que alguns de seus chutes eram muito bons, mas que às vezes ele parecia uma mosca presa em um mata-borrão. Resumindo a opinião dos três jurados, houve bons momentos, mas Mike não pensou na performance como uma coisa só, e sim como estágios que ele tinha que superar para ir para o próximo.



Segundo Mike, o bom de ter as piores notas da semana é que depois você só pode melhorar.


Bom, e aí veio Romeo tentando ser romântico.



Oi???


A explicação dele para a falta de romantismo é que ele nasceu nos anos 1990, não 1900. Sério que os homens dessa década só querem que a gente beije os músculos deles? Então vamos ao quickstep:





Foi tãaaao Grease! E não estou falando apenas da música. Romeo definitivamente já deixou seu pai no chinelo. Todos os jurados falaram de como foi lindo e sexy, e Len disse que foi o melhor dançarino até o momento. Só precisa continuar trabalhando a postura.



E Wendy? Será que chorou nas tranças essa semana?



Nãoooooo, pois ela estava de maria-chiquinha!



E Seu maior desafio no quickstep era segurar os peitos.





Wendy voltou com muito menos mimimi e mais personalidade. Como Carry Ann e Len disseram, ela perdeu um pouco do gás no meio da performance, mas depois o encontrou de novo.



Tony ficou decepcionado, pois disse que a coreografia era difícil, e Wendy se saiu muito bem.


Balé, Ralph?



Mais estranho ainda que isso, foi descobrir que ele tem filhos! ADOLESCENTES!



Tipo, ele não tem dezesseis anos?!


Ralph Macchio estava meio surtado com o jive dessa semana, por causa da pressão de ter tido as notas mais altas da semana passada. O resultado foi esse:





Mais uma vez, Ralph foi ótimo e querido. Novamente, as mãos foram problema. Também faltou precisão em vários momentos. Segundo Len, estava frenético demais. O problema é que a maioria do pessoal melhorou da semana passada para essa, e o mesmo não aconteceu com Ralph. Provavelmente, foi falta de treinar com o rolo de papel toalha.



Hines foi outro que se deu bem semana passada e tinha de manter o nível. Ele sofreu um pouco para aprender o quickstep por causa do seu ombro danificado pelo futebol americano.



Ok, isso não foi muito gracioso. Mas na hora do vamos ver…





Ah, foi delicioooooso! Vários Aaaaaahs e Oooooohs para a postura, a técnica e a química entre Hines e Kym.



Episódio III


Resultados


Resultados resumidos, tá, para quem conseguiu chegar até aqui. Até porque metade do programa foi a reprise das apresentações. Pelo ranking das notas dos jurados, estávamos na seguinte ordem:


11º – Mike e Lacey, com 30 pontos
10º – Wendy e Tony, com 31 pontos
9 º – Sugar Ray Leonard e Anna, 34 pontos
8º – Petra e Dimitry, 36 pontos
7º – Kendra e Louis, 37 pontos
6º – Chelsea e Mark, 39 pontos
5º – Romeo e Chelsie, 42 pontos
4º – (mas na verdade empatados com Romeo e Chelsie), Chris e Cheryl, 42 pontos
3º – Kirstie LiMda e Maksim LiMdo, 43 pontos
2º – Hines e Kym, 44 pontos
1º – Ralph e Karina, 45 pontos


Mas aí vem o voto do povo, néam? E entram fatores suuuper técnicos como ser bonitinho, fazer gracinha, ser queridinho, etc. Para abrir a parte Ao Vivo, a trupe de DWTS dançou J. Lo/Kaoma On the floor.





Eu sempre me lembro do tempo que dançava lambada, e os caras me arrastavam feito um pedaço de tronco pela pista, e depois eu os via dançando com quem realmente sabia dançar, e… Ah, deixa para lá. É humilhante demais.


Primeiro trio, dupla de três, ou sei lá o quê a ser julgado: Hines e Kim, Chris e Chelsey e Ray e Anna. A primeira dupla a ser salva foi…



Hines e Kym. Duh, grande surpresa. Chris e Cheryl também se safaram, e Ray e Anna ficaram no suspense.


Pausa para show do Chris Brown. Tá, não curto. Mas está aí para quem gosta:





Segundo trio de duplas (???)



Safaram-se todos. Chelsea disse depois que gostaria de ser mais tradicional, embora Mark não tenha se arrependido de ter se arriscado. Vibe totalmente Strictly Ballroom.

(Se vocês não viram o filme, vejam. É totalmente obrigatório)



Pausa para outra apresentação da trupe:





(sem histórias de lambada dessa vez)


Próxima dupla de duplas (Eeeerk, que frase foi essa?)



Óooobvio que Romeo se salvou e Mike, não.


Pausa para falar da química entre as duplas:



Kirstie liMda, sou totalmente solidária.


Só podia ter sido poupada da Wendy arrotando, mas vamos seguir em frente. Ah, outra pausa para o batedor de Rihannas:





E, na última leva…



Wendy rodou, claro…


Vamos então para o Bottom 3. Wendy, Ray e Mike. E o eliminado foi…



Mike! Aposto que Ray ficou só por causa dessa cara de cachorrinho.



Wendy, não faça mais isso, peloamordedeus!

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: