Skip to content

>Survivor Redemption Island – Episódio 3

March 9, 2011

>No dia do novo episódio sai o recap da semana anterior. Sorry, compañeros! Grande tensão com o paredão do BBB, viagem e tristeza por não ter visto a cuequinha rosa do Phil me atrasaram. Mas, finalmente, vamos ao terceiro episódio de…




E finalmente descobrimos o que diabos é isso. Matt encontrou Francesca na Ilha da Depressão.



Que morreu de susto querendo saber por que o Matt estava ali no lugar do Phil. Houve uma trollagem básica do Rob, e Matt ficou muuuito sangue nozóio.



Enquanto Rob, Phil Cueca Rosa e Cara dos Dreads comemoravam o sucesso do plano. Meio que não entendi Kristina ter ofendido a hombridade, dignidade, honra, família e pátria de Phil, mas Rob, não. Não que Phil faça sentindo.



Dois membros de cada tribo foram sorteados para assistir ao duelo na Ilha da Depressão, e, quando voltassem, eles poderiam contar o que quisessem para as suas tribos, de acordo com o que fosse mais vantajoso para eles.



David e Steve foram os contemplados dos roxinhos, e Andrea e loura avulsa dos amarelinhos. Andrea ficou toda emocionada por poder ver Matt e dizer para ele que não havia participado do complô.


Chegando lá, a prova era assim:


Eles deveriam construir um cabo usando bambu:



E usar o cabo para pegar três chaves…



Com as chaves, abrir três cadeados…



E a primeira pessoa a abrir a porta dos cadeados continuaria se deprimindo na Ilha da Depressão.



Francesca conseguiu pegar duas chaves antes de Matt até ser trollada pelo seu próprio cabo. De virada, Matt venceu.



E Francesca deu adeus definitivamente a Survivor, com um ritual meio ridículo de queima de bandana.



Sério. Amo essas palhaçadas.


De volta às tribos, Steven e David decidiram mentir e dizer que Francesca tinha ganhado o desafio, para que Russell se surpreendesse quando chegasse lá. Nos amarelinhos, Andrea falou que Matt estava bem, mas a loura avulsa entregou que ele na verdade estava p*to e tinha jurado vingança, o que deixou o Cara dos Dreads muito espantado…



Não me perguntem o motivo, já que o Matt foi totalmente blindsided.



Mas, só por via das dúvidas, Rob resolveu fazer um social com Andrea, já que ela certamente se juntaria aos planos de vingança de Matt quando e se ele voltasse da Ilha da Depressão.


Enquanto isso, nos roxinhos, Russell e suas backing vocals ainda estavam à procura do ídolo da imunidade, sem saber que Ralph o havia encontrado.



Como estavam em minoria, eles resolveram fingir que encontraram o ídolo, e para isso Stephanie passou o resto do dia grudada na sua bolsa, para deixar a tribo desconfiada.



E, como se não fosse impopular o suficiente, Russell ainda arrumou umas perebas totalmente Ewwww.



De saco cheio do Russell que usou as perebas como desculpa para não fazer nada, com ódio porque faz parte odiar o Russell, e com nojinho do sovaco dele, a tribo então resolveu perder o desfio de propósito para poder eliminá-lo.



Todos concordaram, mesmo que tiazona dos olhos juntos ficasse com o pé atrás…



Pois se dizia muito competitiva.


Desafio da Imunidade


A prova foi beeeem reciclada. E pior, reciclada da temporada passada, que terminou há um mês ou dois atrás. Três participantes de cada tribo eram amarrados em rodas…



E, quando estas eram rodadas por outros participantes, os amarrados ficavam com a cabeça dentro d’água. Eles tinham de encher a boca e jogar a água em um pote…



Que dava em um tubo.



Quando tivesse cuspe suficiente no tubo, ele viraria e liberaria uma bolinha…



Que daria em um quebra cabeça a ser montado por um membro de cada equipe. Assim que terminassem de montá-lo, tinham de fazer a bolinha passar pelo caminho que sairia em um buraquinho.



Além da imunidade, o desafio valia itens super luxuosos, como lona e cadeiras de praia. A equipe roxa teve a pior atuação EVER. Não na prova, mas como atores, dando umas cuspidinhas xoxas no tubo, e juro que o cara (Mike ou David) que estava armando o quebra-cabeça teve a pachorra de colocar as mãos na cabeça para mostrar confusão.

Mais ou menos assim.



Aí, claaaro, a equipe amarela venceu.



No acampamento, começou a busca incansável pela pista do Ídolo.



Até que Phil Cueca Rosa (que infelizmente estava usando uma bermuda vermelha) estava quase quebrando a sua cadeira.



Rob se ofereceu para ajeitá-la e descobriu a pista dentro do tecido.



Ele a guardou sem contar para ninguém, e ainda fez o doce comentário: “Ainda bem que o Phil é tão gordo e quase quebrou a cadeira”.


Já nos amarelinhos, Russell e Backing Vocals perceberam o óbvio, que a equipe tinha perdido o desafio de propósito… duh! E que se os outros quisessem se garantir no caso de eles terem achado o ídolo, dividiriam os votos e Russell levaria três, e uma das backing vocals levaria os outros três. Logo, Stephanie foi conversar com a Tia do Olho Junto para tentar convercê-la a votar com eles em Ralph.



Deu certo.


Conselho Tribal


Quer dizer, deu certo nada. No Conselho, foi discutido o risco que era eliminar alguém de propósito tão cedo, quando na realidade era uma vantagem estarem em número grande para a merge. Stephanie se empolgou e fez um discurso apaixonado em defesa do Russell…



claro que confiando no seu plano para tirar Ralph, que segundo ela mesma seria o maior blindside ever. Só que Tia do Olho Junto enganou os bobocas, e votou com a maioria. Acabou dando empate entre Russell e Ralph e, no desempate…



Russell teve de levar seu sovaco perebento para a Ilha da Depressão.

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: