Skip to content

>Post-Cola – JVA Online

February 24, 2011

>

Alguns posts são tão liMdos que só nos resta dar Ctrl+C, Ctrl+V. Esse foi escrito por Gabriela Dornelas, e publicado no JVA Online.

Big Brother Da Caverna

Imaginemos um muro bem alto separando o mundo externo e uma caverna. E que dentro da caverna as pessoas ficassem presas, sem saber o que se passa fora de lá. Finalmente alguém se solta, consegue ver lá fora e, caso consiga voltar, pode contar aos outros o que viu. A história que contei até agora se refere ao Mito da Caverna, de Platão. Mas, como Bial, hoje é meu dia de fazer analogias. Poderia me ater àquilo que de semelhante há entre o Mito de Platão e o BBB11. Mas essa parte é óbvia e você, leitor, já deve ter percebido a semelhança com a saída – e volta – de MauMau. Falarei das diferenças.

No mito da caverna o retornante corre o risco de ser morto pelos moradores da caverna, que o julgarão louco por ter acreditado naquele “mundo fora da caverna”. Isso porque ele volta dizendo que tudo o que os demais acreditavam estava errado, e que agora, ELE, sabe o certo. Neste ponto, o mito diz sobre como pessoas se mantém acorrentadas a falsas crenças. E diz de uma outra leva de lições que não se aplicam ao fim que quero chegar com esse papo, e que como condutora do fio desta meada, os pouparei!

No Big Brother, diferente dos habitantes da caverna, os Brothers já viram o mundo externo, já sabem que este mundo existe. Então, a simples possibilidade de um retornante, um elo entre este e aquele mundo, invés de trazer rejeição, traz – na visão deles – uma esperança. Mas não impede o acorrentamento a falsas crenças. A visão de mundo externo que MauMau levou de volta ao BBB é uma visão limitada, de uma única pessoa que já tinha mágoas guardadas, que já tinha seus problemas e desafetos.

A cada dia Maurício age mais como algum tipo de profeta que tenta ditar aos demais o bom e o mau, o certo e o errado, os puros e os impuros. Como se ele realmente soubesse, como se alguém pudesse julgar estes itens tão delicados tão precisamente quanto ele mostra. Não sei mais até que ponto esse é um jogo, ou se ele REALMENTE acredita em toda sua superioridade de coração – e isso assusta.

É tudo tão dúbio, tão parcial… Maria, solteira, é julgada por se interessar por mais de um cara. Adriana, com um ano e meio de namoro tem todo apoio em trair o namorado. Os homens dizem que vão se proteger, Maurício diz que tem sete pessoas para eliminar uma a uma – mas condena quando mulheres se protegem ou quando alguém quer eliminar pessoas fora da lista dele, e os julga de “vagabundos, coração ruim”. A cada pessoa que ele encontra sozinha, ele discursa sobre ter visto o bem lá fora e saber como tem gente lá dentro “se perdendo” pelo dinheiro. Pra quem vê o Pay-PerView, a coisa beira a seita religiosa.

A “ovelha” Adriana foi a última eliminada. O próximo paredão será triplo, eliminando os dois mais votados. Com seu papo de condenar quem usa estratégias para alcançar os R$ 1,5 mi, MauMau elege seus bons, coloca inimizades na linha de tiro, mas vai se deixando revelar aos poucos aos mais atentos. E, pra mim, fica a cada dia mais perto de voltar para o mundo externo, de onde nunca deveria ter saído!

From → BBB11

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: