Skip to content

>Ídolos – É Hoje!

September 23, 2010

>

Ídolos estava me dando muita preguiça mental desde a saída da #TEAMNISE, mas achei esse post no Famosidades bem interessante.

Na noite desta quinta-feira (23), o “Ídolos 2010″ chega ao fim. A versão brasileira do “American Idol”, que já lançou artistas ganhadores de Grammy – o maior prêmio da música mundial – está na sua quinta edição no país, sendo a terceira pela Rede Record. E mais do que ver o desfecho da disputa entre Tom Black e Israel Lucero, a pergunta que não quer calar é: qual será o futuro do ganhador do reality show?

Se nas quatro primeiras edições o vencedor do “Ídolos” não recebeu o apoio esperado, isso pode ser ainda mais grave na atual edição. Agora, o vencedor é lançado pela Radar Records e não mais pela Warner, como nos anos anteriores. Segundo Arnaldo Saccomani, jurado das duas edições do programa no SBT, esse é um dado preocupante. “Todas as grandes gravadoras abandonaram os realitys shows musicais”, disse ao Famosidades.

Para Saccomani a saída vitoriosa do programa não significa promessa de sucesso. Os cantores vencedores chegam nas gravadoras e viram escravos do “sistema”, perdendo sua identidade musical. Rafael Barreto, ganhador da edição de 2008, chegou a gravar um CD pela Sony. Um ano e meio depois, o cantor desligou-se da gravadora e rendeu-se ao estilo sertanejo universitário, realizando shows nas casas noturnas de São Paulo.

Esta edição, por exemplo, apresenta identidades muito diferentes. Israel Lucero é um representante nato do sertanejo, ritmo que está em alta. Já Tom Black faz um estilo pop com influências da black music.

E como a onda Luan Santana toma conta das rádios, há quem diga que Israel, o garoto prodígio de apenas 17 anos, pode ser um forte candidato a levar o prêmio. “Os sertanejos sempre estiveram muito perto da vitória. Eu acho que seria uma boa experiência se o Israel ganhasse”, opinou o produtor musical Carlos Eduardo Miranda (foto ao lado).

Atualmente dividindo a bancada do “Qual é o Seu Talento”, do SBT, com Arnaldo Saccomani, Miranda também esteve ao lado do colega nas duas primeiras edições do “Ídolos”.

Como espectador, o ex-jurado confessou ao Famosidades: “Eu torço muito pelo sertanejo”. Já Saccomani apostou no diferencial de Tom Black como ponto positivo. “Talvez ele [Tom Black] tenha mais charme por ser diferente”, arriscou.

From → Mais, Mari, realityMundi

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: