Skip to content

>As Melhores e Piores Mães do Cinema

May 9, 2010

>

Existe mãe de todos os tipos: das que aprendem a usar armas e explosivos para proteger seus filhos até as que os esquecem em casa (duas vezes!). Vamos dar uma olhada nas melhores e piores mães do cinema?

Ótima Mãe

Sarah Connor (Linda Hamilton), O Exterminador do Futuro 2

Mãe de John (Edward Furlong)

Não é o máximo uma mãe que faria qualquer coisa pelo filho? Viver no submundo do crime para preparar o filho para lutar contra androides no futuro? Passar anos presa em um hospício por acreditar no tal do futuro cheio de andróides? Ela é, sem dúvida, a maior super-mãe do mundo.

Mãe Ruim

Kate McCallister (Catherine O’Hara), Esqueceram de Mim

Mãe de Kevin (Macaulay Culkin)

Ok, a primeira vez que Kate esqueceu o filho, vamos chamar de azar. Além disso, ela o deixou em casa, que é dos males o menor. A segunda vez que o perdeu, em um aeroporto, e que terminou com Kevin pegando um avião para Nova York, isso fez com que ela deixasse de ser uma mãe momentaneamente desatenta e se transformasse em uma mãe ruim. Tenho certeza que qualquer boa mãe teria sido mais cuidadosa, especialmente na segunda vez, certo?

Ótima Mãe

Leigh Anne Tuohy (Sandra Bullock), Um Sonho PossívelThe Blind Side

Mãe de Collins (Lily Collins), S.J. (Jae Head), Michael (Quinton Aaron)

É fácil ser uma boa mãe para os próprios filhos; o que faz Leigh Anne tão especial é que ela é uma ótima mãe para o filho dos outros. Uma pequena gentileza, oferecer um teto para proteger da chuva e um sofá para dormir a um estranho, e no final adotar o menino negro como seu filho. A forma como trata Michael vai além da simples obrigação moral, e o que é melhor é que essa história aconteceu mesmo.

 Mãe Ruim

Mrs George (Amy Poehler), Meninas Malvadas

Mãe de Regina (Rachel McAdams), Kylie (Nicole Crimi)

Esta lista inclui mães que são serial killers e abusivas, e no entanto, no meio da fauna, está a Mrs. George. Ela conquistou seu posto por querer ser uma mãe moderna demais, se orgulhando do fato de não ser uma “mãe normal”, e sim uma “mãe legal”. Descontando as plásticas, a mulher é uma figura. Ela encoraja sexo, bebidas mesmo que suas filhas sejam menores de idade, e até deixa sua filha pré-adolescente assistir a filmes pornôs.

 Boa Mãe


Helen Pera/Mulher-Elástica (Holly Hunter), Os Incríveis

Mãe de Violeta (Sarah Vowell), Flecha (Spencer Fox), e Zezé (Eli Fucile, Maeve Andrews)

Quem não ia querer ser filho de uma super-heroína? Além dos genes com superpoderes, você ainda escutaria um monte de histórias incríveis na hora do jantar. Mas Helen pode fazer mais do que esticar qualquer parte do corpo por mais de 30 metros; ela ainda é super sábia. Ah, e eu mencionei que ela sabe pilotar um jato?

Mãe Ruim

Lorraine McFly (Lea Thompson), De Volta Para O Futuro

Mãe de Marty (Michael J. Fox)

Bom, Lorraine, sabemos que não é tudo culpa sua, mas tentar ficar com o próprio filho quando ele volta no tempo? Tsc Tsc. Depois tem a sua pregação sobre garotas que ficam dentro do carro com meninos, coisa que você obviamente nunca fez (vide a tentativa de ficar com o próprio filho em um carro). Feio, muito feio, Lorraine!

 Ótima Mãe

Christine Collins (Angelina Jolie), A Troca

Mãe de Walter (Gattlin Griffith)

Tá, deixar seu filho sozinho em casa (resultando em seu seqüestro) e depois surtar porque o quer de volta é tudo o que Christine faz como mãe em A Troca, mas mesmo que ela não fosse a melhor mãe do mundo quando Walter estava por perto, ela luta admiravelmente para reavê-lo, desmascarando o corrupto departamento de polícia de Los Angeles.

Mãe Ruim

Beatrix Kiddo (Uma Thurman), Kill Bill

Mãe de B.B. (Perla Haney-Jardine)

A capacidade maternal de Beatrix é um pouco duvidosa. Ela com certeza é uma máquina de matar, mas tinha prometido desistir de tudo pelo seu bebê, e só volta para a matança para vingar a (suposta) morte da sua filha. Se é para ter uma mãe ruim, ela é o tipo que você não se importaria de ter por perto.

Ótima mãe

Edna Turnblad (John Travolta), Hairspray

Mãe de Tracy (Nikki Blonsky)

No que diz respeito a mães-homens, John Travolta é sem dúvida uma das melhores. Ok, a voz dele/dela é meio assustadora, mas, tirando isso, quem não gostaria de ter uma mãe como Edna? Ela apoia, é legal, carinhosa e, além do mais, devido a sua agorafobia, a casa está sempre limpa.

Mãe Ruim

Joan Crawford (Faye Dunaway), Mamãezinha Querida

Mãe de Christina (Mara Hobel), Christopher (Jeremy Scott Reinbolt)

Imagine o Coringa de Heath Ledger como sua mãe, e você terá uma boa idéia tanto da aparência quanto do estilo de uma Joan Crawford alcóolatra. Ela alterna abuso físico com emocional, coroando sua capacidade maternal quando pega a filha, Christina, imitando-a na frente do espelho, e corta fora seus cachos dourados como punição. Cheia de classe.

Ótima mãe

Erin Brockovich (Julia Roberts), Erin Brockovich

Mãe de Matthew (Scotty Leavenworth), Katie (Gemmenne De la Peña) and Beth (Emily/Julie Marks)

Ok, talvez ela não seja a melhor (ou mais graciosa) mãe a aparecer nas telonas. Quer dizer, seus filhos são praticamente criados pelo vizinho motoqueiro, mas ainda assim ela trabalha dia e noite para sustentá-los. E ainda tem sua famosa fala “Não é pessoal?! Isso é o meu trabalho, meu suor, e tempo que passo longe dos meus filhos! Se isso não é pessoal, eu não sei de mais nada!”

Mãe Ruim

Mama Fratelli (Anne Ramsey), Os Goonies

Mãe da Familia Fratelli

Mama Fratelli é má como uma chefona de crime organizado, e lidera sua família criminosa (literalmente), que consiste dos próprios filhos. Tem o escárnio de um rei do crime durão e suas ações não destoam da aparência. A mulher adora torturar as pessoas. Ser acuada por um bando de crianças não a faz parecer melhor e, em um certo momento, ela incentiva o filho a colocar a mão de uma das crianças em um liquidificador. Legal.

Ótima Mãe

Mrs. Gump (Sally Field), Forrest Gump

Mãe de Forrest Gump (Tom Hanks)

Ninguém pode condenar a mãe que acredita no filho e usa o corpo para conseguir a educação de qualidade que ela acha que ele merece. Apesar da integridade questionável, ela dá grandes conselhos, o mais notável sendo a analogia da caixa de bombons que todo mundo adora repetir.

Mãe Ruim

Beverly Sutphin (Kathleen Turner), Mamãe é de Morte

Mãe de Misty (Ricki Lake), Chip (Matthew Lillard)

Beverly deu os nomes de Misty e Chip para seus filhos, o que já lhe valeria a honra duvidosa de ganhar o troféu de mãe ruim, mas esse foi o menor dos seus males. Dona-de-casa-barra-Serial-Killer, Beverly não hesita em matar qualquer pessoa que trate ou fale mal de seus filhos da forma mais horrorosa (e hilária) possível. Sua intenção é boa… Mas seus métodos são um tanto… bem… extremos.

Ótima Mãe

Rachel Keller (Naomi Watts), O Chamado

 Mãe de Aidan (David Dorfman)

Quero que minha mãe lute por mim, e como a Rachel luta! Ela faz qualquer coisa para salvar o filho, e se por um acaso você encontrar uma fita de video que te dê sete dias de vida, você vai querer uma super-mãe como Rachel do lado para resolver o problema.

E em nossas vidas um tanto menos dramáticas (ou não), um dia MUITO especial para as mães de todos os companheiros e para as companheiras mães, ainda que sejam mães de gatos, cachorros, passarinhos e sobrinhos. Mãe é mãe!

FELIZ DIA DAS MÃES!

From → Mais, Mari, wow

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: