Skip to content

>Ó Dúvida!

February 9, 2009

>



Após uma edição muito sem-vergonha (para detalhes, cliquem AQUI), o paredão foi formado: AnaX Mirla X Newton. Não faço idéia de quem eu quero que saia.

A princípio, pensei “YES, morte às samambaias!”. Além de deixar de ficar encostada e esperar que sua fabulosa beleza interior, sinceridade e honestidade lhe garantam um milhão de reais, eu nunca mais teria de aguentar a Mirla puxando Leo/Max/Flávio/Ralf/qualquer-outra-pessoa-da-casa para um canto e dizer que eles se entendem na mulecagem, que ela é mulher e menina, que é transparente, blablablazzzzzzzzzzzzzz. Mas, devo confessar, sinto uma certa curiosidade para saber se o drama “não posso mais dormir porque a Fran disse que quando dormimos pensamos em jogo” vai dar em alguma coisa. Além disso…

Tem o Ton, que está cavando uma saída com recorde de rejeição há muito tempo. Não sei se estou pronta para me despedir dele, pois adoro rir às suas custas, além de acreditar que, se ficar, ele vai se achar mais ainda, ficar muito mais odioso, e estrelar outro paredão em breve. Por outro lado, gostaria de saber se Ana e Josi conseguiriam se sustentar sem ele ou se mesclariam à vegetação. No fundo, fico até com pena, pois ele está agindo de acordo com o que acha correto, sendo verdadeiro, e aí é que está: todos querem vê-lo pelas costas, e não por causa de um mal personagem que ele montou, mas porque a SUA PESSOA é detestável.

Ana pode ter um coração bem melhor, mas se assemelha ao Ton em muitos aspectos. Sua atitude ao empurrá-lo quando ele abraçou o Alexandre não foi diferente do que Ton fez (e a chocou) quando tomou as dores da Mirla e se aboletou ao lado do Big Fone. Ela pode peitar o Ton, mas o faz porque, à sua forma, também se acha dona da verdade e coloca suas vontades em primeiro lugar. O Ton não pode comer ovo porque ela é uma fresca e não gosta de nenhuma comida da xepa; a casa pode ficar sem sabão em pó porque as formigas morderam o seu pé; a Naiá também está no paredão, mas tem de ficar ao lado dela e dar-lhe colo. Como é boa pessoa, Ana muitas vezes se arrepende e volta atrás, e me pergunto se é esse o amadurecimento que ela tanto alardeia. De resto, nada me irrita mais do que quando a chamam de corajosa. Não é coragem, é surto, e por isso ela também podia sair.


Por falar em surtos, ela surtou, e agora com razão, ao saber que um dos votos que recebeu foi de Ralf, um de seus melhores amigos na casa e a quem chamava de irmãozão. Na conversa que se seguiu, Ralf deu uma de pai, do tipo “doeu mais em mim do que em você”, dizendo que não concorda com certas coisas que ela faz, que acha que na prova do líder ela foi egoísta irritando a todos, mas preferiu não dizê-lo para não ser grosseiro… e então a coloca no paredão. Boa, Ralf. Muito boa. Chegou-se a um consenso que o vilão da casa é o Ton, mas este é apenas um bobalhão que acha que o mundo gira em torno do seu umbigo. O verdadeiro vilão é o Ralf: dissimulado, invejoso, que fala mal dos outros pelas costas e tenta se justificar com uma filosofia barata, malha seus oponentes para o público através do diário, chama outros relacionamentos de fake enquanto desdenha a Milena (leia De Tudo um Pouco Mais no BBB) e planeja encontrar a Sandy quando sair da casa. Preciso dizer mais? Ah, sim. Hoje à tarde, no quarto das carinhas, ele se lembrou de uma história muito engraçada que lhe aconteceu. Ele estava no ponto de ônibus vendo um menino de uns três anos brincar com um cachorro. Quando o menino virou de costas, foi derrubado pelo cão, que montou nele pensando que o pobre do garoto era uma cadela no cio. E Ralf não conseguiu ajudar, pois estava morrendo de rir, e ficou com pena por não ter conseguido tirar uma foto. Agora dá para entender porque o Zé (Mané) gosta dele, não é? Um cara que joga ovos em prostitutas também deve ter achado o caso super engraçado e estar bem chateado por ninguém ter filmado para mandar para as Videocassetadas do Faustão.

Por essas e por outras, que Ralf é uma Flora perfeita. Conseguiu convencer a casa que é um cara super do bem, Priscila o acha “o melhor”, e o grupo B, antes tão coeso, agora parece ter uma subdivisão em Pri, Milena e Ralf. Não que eu ache que os grupos devam se manter para sempre, embora adore as demonstrações de amizade e lealdade. O que me apavora é que o Ralf tem grandes chances de escapar sem um único paredão até a final.


Então vamos falar um pouco de casais? Até já achei que Ralf e Milena era legais de uma forma repulsiva, mas mudei de idéia pelos motivos àcima. Pri e Mano eu nem considero, é carnal demais e eles sabem disso. Vou falar então de Max e Fran, e o medo número 1 do público do BBB de ser manipulado. Acho que estaria havendo uma tentativa de manipulação, sim, se:

  • Os dois tivessem engrenado em um romance tórrido com dois dias na casa e Fran continuasse mandando mensagens pro Dejota (o que, aliás, seria manipulação e burrice);
  • Os dois não tivessem a menor química;
  • Os dois tivessem se falado algumas vezes por msn, vivessem brigando, e dissessem que queriam casar e ter filhos quando saíssem dali;
  • Os dois tivessem se falado algumas vezes por msn, vivessem brigando, e um deles resolvesse se fazer de vítima.
Aí fica um tal de acompanhar palavras, gestos e suspiros e beijos embaixo do edredom, tentando ler mentes, xingando um por não botar a outra contra a parede, a outra por não se resolver, o que me faz pensar: isso realmente importa? Max e Fran se dão bem desde o início. Houve um afastamento durante uma época, Max se ofendeu porque as brincadeiras de Fran estavam muito pesadas, ela ouviu, pediu desculpas, e mudou. Os dois se entendem, nos divertem, seus flertes são deliciosos de assistir (muito mais que Homem-Polvo e Camaroa se pegando, com certeza), e tudo isso sem que se percam, mantendo o foco nos seus objetivos, conservando amigos, e saindo em defesa destes. O sentimento e o envolvimento não têm nada de fake, e o tal diário da discórdia, na minha opinião, só mostra uma pessoa dividida entre algo que pode ser duradouro e algo efêmero. Também acho que o Dejota vai usar a fama dela para aparecer, já que não conseguirá mais entrar para o BBB, e depois dar-lhe um bom pé na bunda… Mas nada disso faz as dúvidas da Fran menos humanas.

From → bbb9, realityMundi

Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: